Trama Fantasma (Phantom Thread – 2017)

ele tira as medidas dela.jpg

Quando se fala de um filme do Paul Thomas Anderson, se fala de grandiosidade. Não de escopos extraordinários, com cenários imensos e conflitos violentos, mas do veneno das relações humanas. Assim como no resto da obra do diretor, este Trama Fantasma trata de como ligações entre as pessoas e a obsessão podem ser agentes corrosivos do ser humano de forma grandiosa.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Pequena Grande Vida (Downsizing – 2017)

pessoas normais conversam com diminuídas.jpg

Qualquer cinéfilo se depara com aquele momento em que o diretor cuja obra adora dá uma derrapada. Ninguém é perfeito, assim como nenhuma carreira. No caso de Alexander Payne, parece que esta barreira finalmente o alcançou com a produção que talvez seja a mais ambiciosa dele.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Três Anúncios para um Crime (Three Billboards Outside Ebbing, Missouri – 2017)

os três cartazes na distância

É muito comum que as pessoas confundam coincidências com ironias. Em narrativas, os dois recursos podem ser ricos e bem utilizados, mas o primeiro tende a cair para o lado negativo com mais facilidade que o segundo. O diretor e roteirista Martin McDonagh, deste Três Anúncios para um Crime, é um dos que mais utiliza os dois com qualidade, mas também é um dos que mais os confunde.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Eu, Tonya (I, Tonya – 2017)

Tonya com sorriso falso

Filmes sobre eventos reais apresentam, já na premissa, uma grande complicação: como lidar com a adaptação sem vender algo errado? Esta retratação dos eventos que levaram a um golpe na competição pelas Olimpíadas de Inverno de 1993 já começa com essa aceitação. Os créditos iniciais informam sem medo de que se trata de uma representação irônica com base em entrevistas das pessoas reais que fizeram parte.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Lady Bird: É Hora de Voar (Lady Bird – 2017)

Entre as correrias da programação de filmes do Oscar, convidamos Ico Oliveira para participar da crítica de Lady Bird, um dos favoritos da premiação. A jornada de descoberta de uma adolescente que entra na vida adulta é também o debute na direção da atriz e roteirista Greta Gerwig.

Publicado em Filmes, Videocast | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Super Blaxploitation (Pantera Negra – 2018)

Tchala encara o uniforme.jpg

Foi difícil admitir o erro do pré julgamento deste Pantera Negra, com uma estética única que combina o colorido de culturas africanas com as tecnologias de ficção científica do universo da Marvel. Porém, foi preciso lembrar que a estranheza veio de um fator essencial. As raízes das culturas africanas são fortemente encobertas na história da cultura ocidental.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Cinquenta Tons de Liberdade (Fifty Shades Freed – 2018)

Cinquenta 1

Mr. Grey e Mrs. Steele (agora Mrs. Grey) estão de volta na última parte da trilogia dos cinquenta tons. Será que o a produção dá um fim merecido aos personagens, ou será apenas mais uma bomba de clichês?

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Deixe um comentário

O Insulto (قضية رقم ٢٣ – 2017)

Tony e Yasser no estacionamento

Uma parte boa das artes é que elas são globais. E como o mundo é dividido em inúmeras culturas diferentes, com formas diferentes de pensar, agir e lidar com as coisas, acompanhar produções artísticas de vários países diferentes permite às pessoas reflexões novas e enriquecedoras. Felizmente, com o prêmio de melhor filme estrangeiro, coisas como este O Insulto chegam no nosso circuito comercial.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

O Que te Faz Mais Forte (Stronger – 2017)

DSCF5226.raf

Como é obrigatório todo ano, no meio da leva de filmes feitos para participar das premiações de melhores do ano, aparecem alguns esquecidos por bons ou maus motivos. Eles seguem algumas das linhas obrigatórias, como neste O Que te Faz Mais Forte, que se prende na história real de superação com interpretações fortes de dois atores ótimos e já reconhecidos.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Sereia às Avessas (A Forma da Água – 2017)

desenho de Eliza e da criatura

Contos de fadas são, na maioria, sombrios e repletos de conceitos inapropriados para crianças. Mas raramente são para adultos. A dualidade de um conto com narrativa dominada por inocência e singeleza com contextos e características violentas e sexuais parece um erro, mas este A Forma da Água prova que é possível.

Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário