Cenas que Amamos – Deixe Ela Entrar (piscina)

Captura de Tela 2013-12-24 às 16.26.39

Falei recentemente de Deixe-me Entrar. Mas a versão que é uma verdadeira obra-prima é o original sueco. Tomas Alfredson se revelou para o mundo com essa pérola. Provavelmente o melhor filme de terror dos últimos anos, assim como o meu filme de vampiros favorito. No ápice, ele surge com essa cena determinante para a trama e para o cinema.

Um dos acertos de Alfredson é fazer com que o terror vindo dos humanos seja maior que o terror vindo da criatura. Após o final do segundo ato, em que o casal por quem torcemos o filme inteiro se separa, o conflito do menino Oskar chega ao clímax quando o irmão mais velho de seu bully o ataca.

Como o filme é sueco, é difícil entender qualquer coisa do vídeo abaixo sem ter assistido ou sem falar a língua. Apenas fique atento para algumas coisas. Primeiro, a cena da piscina se passa em apenas um take, mudando somente o foco. A câmera por si só não se move. A menina nunca aparece com exceção de seus olhos respingados com sangue. E a revelação do que sobrou do evento mostra também um tanto de piedade do monstro.

Recomendo fortemente não assistir à cena sem ter visto o filme. Mas, se alguém quiser insistir em ver, pule até o minuto 2:20. É onde a cena começa sem toda a contextualização em língua desconhecida.

ALLONS-YYYYYYYYYYY…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Cenas e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s