Fuck You! It’s January!

3-I-Frankenstein

Assim como o ano, o cinema tem suas estações. Basta observar um pouco para perceber isso. Uma das mais bizarras e sombrias chega ao Brasil por agora, mas lá fora acontece por mais tempo. É o que eu descobri recentemente se chamar de “Fuck you! It’s January!” Nos Estados Unidos.

Mas estamos em março, por que diabos falar de janeiro? Acontece que, no Brasil, os filmes indicados ao Oscar chegam bem mais tarde. Tão mais tarde que na semana da premiação sete dos nove indicados à categoria principal ainda estavam em cartaz. Mas lá fora todos estes filmes estrearam no ano passado.

O motivo para o atraso é óbvio. A indicação ao Oscar serve de marketing para tais obras. Se Ela, Clube de Compras Dallas e outros desses filmes tivessem estreado por aqui na mesma época dos Estados Unidos, muita gente não os teria visto. Então nós do Brasil temos uma época bem interessante entre janeiro e fevereiro.

Mas, se você olhar bem, verá que tem vários outros filmes bem meia boca chegando por aqui no mesmo período. Tão bobos que poucas pessoas percebem sua presença no circuito. Enquanto eles passam desapercebidos por aqui, lá nos Estados Unidos é só o que há.

Para explicar melhor, é preciso ter noção das outras estações do cinema. A próxima é o verão norte-americano. É quando os grandes blockbusters chegam ao cinema. Nos últimos anos tem começado com os filmes da Marvel no final de abril  e a estação dura até agosto. Se um filme de grande orçamento sai neste período é porque a produtora pretende ter um grande sucesso dele. Isso se dá porque é a época em que os americanos estão de férias escolares e os jovens podem ir ao cinema conferir os filmes voltados para eles.

Após agosto, começam os festivais. Sundance, Cannes, Toronto, Veneza, Berlim. Nem todos acontecem neste período, mas os filmes que chamam atenção neles são lançados lá fora, alguns por aqui, a partir daí.

Logo em seguida, em novembro e dezembro, os estúdios soltam nas salas os filmes que fizeram visando as premiações. Poucos deles chegam ao Brasil na mesma época. No ano passado, pudemos conferir Capitão Phillips e Gravidade.

Então, no final de dezembro, saem algumas produções blockbusters. Como é o período de festas como o Natal, os adolescentes estadunidenses tem uma folga do colégio por algumas semanas, então produções como O Hobbit chegam às salas de cinema.

Começa um novo ano e os estúdios não tem movimento suficiente para lançar produções com muita visibilidade. Então ele soltam as produções porcarias que perceberam que não dariam renda no “Fuck you! It’s January!”. Daí surgem coisas como o último Atividade Paranormal, Hércules 3D e Frankenstein – Entre Anjos e Demônios.

Infelizmente, o Oscar passou e agora é hora de vermos os resquícios deste período estadunidense. Entre março e abril vamos ver muitos filmes sem expressividade. De vez em quando surge uma ou outra pérola como RoboCop e Sem Escalas. Mas, no geral, pode-se esperar os desgostos de Hollywood e muita coisa ruim. A melhor época para se ir ao cinema embriagado.

 

ALLONS-YYYYYYYYYY…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Bizarrices, Desabafo, Discussão, Trash e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s