Mundo da Mari – Rio 2

293618.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

O filme estreia essa semana no dia 27, com referências à iminente copa do mundo e deixando bem claro para os estrangeiros que o Brasil é o país do futebol e do carnaval, apenas. Rio 2 é produzido pela Blue Sky Studios, distribuído pela Fox Filmes e dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha.

Tulio e Linda viajam para a Amazonia para levarem uma ave de volta para a floresta, e acabam descobrindo outros exemplares de araras azuis. Blu e sua família, juntamente com os seus fiéis amigos, partem para lá para poderem ajudá-los. Jade acaba reencontrando seu pai e velhos amigos. Eles passam por apuros pois a reserva está sendo ameaçada por madeireiros, o que faz com que ela repense se realmente voltarão para o Rio de Janeiro.  Para Blu, entretanto, a experiência de estar na floresta não será tão agradável uma vez que ele foi criado na cidade e seus costumes são totalmente urbanos. Há ainda a ameaça de Nigel, a cacatua que detesta Blu, que volta à história com seus ajudantes Gabi, uma rã venenosa, e Carlitos, um Tamanduá.

Senti-me um pouco enganada. Os trailers mostravam que seria um filme muito bom e divertido. Todas as partes que valiam a pena estavam presentes nele. Apenas a introdução do filme a essa nova história são agradáveis de assistir, pois começa com um musical feito pelos pássaros ao som de  “What is love” cantada por Janelle Monáe muito bem. Ao longo do filme, segue-se um padrão desinteressante. Acontece no desenrolar da história e entre os espetáculos musicais longos e cansativos. Mas foram essas partes que a Mari mais gostou e vibrou. Batendo palmas e cantando junto. Não estou tirando o mérito da história, mas da forma com que Saldanha a apresenta.

Cenas musicais chatas.

Cenas musicais chatas.

Esse é o grande problema com continuações, quase sempre nos decepcionam. O primeiro Rio não foi uma excelente animação, porém teve momentos bem mais divertidos.

A versão original conta com dublabores ilustres e famosos. Jesse Eisenberg como Tyler Blu Gunderson, Anne Hathaway como Jade, Leslie Mann como Linda Gunderson, Jamie Foxx como Nico, Will.i.Am como Pedro, Rodrigo Santoro como Túlio Monteiro, Andy García como Eduardo e Bruno Mars como Roberto.

Assisti ao filme na cabine de imprensa em 2D e na pré estreia com a Mari em 3D. Imaginei que, com a versão com profundidade, a impressão melhoraria. Mas não, minha opinião permanece a mesma. Incomodou muito as referências à copa serem adicionadas ao filme sem necessidade. É triste saber que Carlos Saldanha, um brasileiro, tem essa visão do próprio país. Apenas futebol e carnaval nos representam.

 

Grande beijo!

Sobre Aysla de Oliveira

De essência ímpar, feminista, amiga, justiceira em tempo integral e mamãe da Mari.
Esse post foi publicado em Filmes e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s