Conferimos uma prévia de Planeta dos Macacos: O Confronto

dawn-planet-apes-clarke-serkis-russell-700x425

Antes da cabine de O Grande Hotel Budapeste, cuja crítica entra no blog amanhã, os jornalistas tiveram a oportunidade de assistir a uma prévia de aproximadamente vinte minutos de Planeta dos Macacos: O Confronto. A reação foi unânime, todos ficaram devidamente empolgados com o novo filme da franquia dos símios evoluídos.

A prévia abriu com um vídeo rápido do Andy Serkis explicando o que seria visto. Uma série de cenas, algumas não finalizadas, que apresentariam um pouco mais da história do filme também demonstrariam o poder técnico por trás dos efeitos computadorizados da produção. Logo em seguida, um trailer.

Serkis não estava de brincadeira em relação aos avanços técnicos dos efeitos. O sistema novo de captura de movimentos permite aos atores mais movimento, filmar em externas e se molhar sem estragar os pontos de captura nos seus rostos. O que significa que Planeta dos Macacos: O Confronto é o primeiro filme com captura de movimento no qual as cenas com as capturas de performance não foram realizadas em estúdios ou sets fechados. Isso gera uma outra complicação técnica. Se os atores originais estão se molhando, quer dizer que os personagens finais deverão se molhar também. Considerando o número de pelos em criaturas que conhecemos com nossos próprios olhos, a computação precisa parecer com pelos reais.

Tudo isso pôde ser conferido nas cenas mostradas. Os macacos estão presentes em ambientes abertos, andam sobre terra e sujeira e se molham com rios e chuva. Em quase nenhum momento parecem falsos. Tirando as cenas não finalizadas, em que se vê os movimentos dos atores sobre uma camada pré renderizada dos animais, o filme parece simplesmente ter sido feito com macacos de verdade.

As cenas não mostram muito mais do que os trailers lançados até o momento. Apenas as cenas mais detalhadas, algumas até que já foram lançadas online. Temos dois macacos pescando juntos e encontrando por acidente um humano que aparece meio perdido. Esse pequeno contato inicial vai ser a chave que iniciará os conflitos do filme. Cesar continua sendo o macaco principal e os humanos serão representados pelo personagem do ator Jason Clarke. Os dois são pais de família que buscam a paz entre as duas espécies, mesmo com indivíduos de cada um dos lados querendo se provar contra os outros.

Além disso, duas cenas rápidas de humanos interagindo em paz com os macacos passaram. A ambientação parece bem feita e a união entre eles parece ser honesta. No geral não deu pra tirar muito mais coisa dos vídeos. O trailer foi liberado há algumas semanas atrás, então não mostrou nada de novo.

Ainda assim, dá pra ver que o diretor Matt Reeves está fazendo um grande trabalho de ambientação sem perder o tom da produção anterior. O Andy Serkis continua ótimo em sua construção shakespeariana de Cesar e a fotografia está muito bonita. As imagens estão em escala do IMAX, em Brasília a exibição foi feita numa sala eXtreme Digital, e preenchem a definição extra com muita beleza.

A empolgação para o filme está nas alturas, resta esperar pelo lançamento.

 

GERÔNIMOOOOOOO…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Novidades e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s