Bonequinha de Luxo

Audrey-Hepburns-style-in-Breakfast-at-Tiffanys

Bonequinha de Luxo é a grande referência quando o assunto é Audrey Hepburn. O que é uma injustiça com a carreira da atriz. Antes de Bonequinha de Luxo, ela foi o rosto por trás de excelentes filmes como A Princesa e o Plebeu e Sabrina. Infelizmente, a imagem famosa de Hepburn é a da capa deste romance que nunca deveria ter sido um romance.

Holly Golightly (Hepburn) é uma mulher que vive de namoros e encontros com homens de alta classe de Nova Iorque. Paul Varjack (Peppard) é um escritor que se muda para o apartamento de cima. Os dois são pessoas amorais e imediatamente se dão bem. Um é um mistério para o outro e eles vão se descobrindo à medida em que tentam atingir seus objetivos individuais separadamente. Ele quer viver da escrita e ela quer se casar com um homem rico.

Bonequinha de Luxo representa de forma muito elegante o cotidiano da Nova Iorque do final dos anos 1950 e do início dos 1960. Cidade grande, de executivos, com gravatas finas, vestidos bonitos, muito cigarro e ainda mais bourbon. No meio disso, acompanha a rotina de duas pessoas amorais, cuja melhor descrição é feita no próprio filme, “farsantes, mas farsantes honestos”.

urlPaul e Holly. Farsantes honestos

O diretor Blake Edwards (criador da franquia A Pantera Cor-de-Rosa) tenta fazer um filme que segue o estilo de Sabrina. A mesma atriz, alguma representação feminina corajosa e um romance daqueles clássicos. O problema é que a obra original de Truman Capote não é um romance. A mesma razão pela qual as mulheres aplaudiram ao filme no final da sessão que assisti é a que faz com que o filme se perca do meio para o final. Bonequinha de Luxo não tem a proposta de ser um romance, mas o é pra ser bonitinho.

É preciso admitir que, se Edwards e seu roteirista George Axelrod erraram nas mudanças de história, eles acertam no tom e na estrutura. Mesmo com a história perdendo a mensagem do meio para o fim, o ritmo é bom devido a recursos espertos que desviam o foco da trama. Seja através de personagens que servem para criar conflitos que levam ao grande final feliz, seja através de mudanças na personalidade do protagonista. Mais do que isso, Edwards é eficiente na hora de criar suas cenas. Ele move a câmera pelo cenário entre cortes espertos que revelam características da mise-en-scène na hora certa para a narrativa. Holly e Paul vão para uma loja apenas para se divertirem com um roubo pequeno. Edwards cria humor deixando com que um vigia e uma vendedora entrem e saiam do enquadramento para indicar se eles tem ou não a chance de serem capturados.

A fotografia faz com que os atores brilhem na super saturação do tecnicolor. E a direção de arte usa e abusa dos tons fortíssimos de vermelhos, azuis e verdes. A exuberância serve para mostrar o esplendor da vida com a qual tanto Holly quanto Paul tentam se envolver frequentemente.

O grande mérito da produção se encontra na interpretação de Hepburn. Ela dá para uma personagem complicada muito carisma e charme. Não fosse por isso, Holy seria irritante com seu caos pessoal e seus lemas autodestrutivos. George Peppard carrega a produção nas costas dividindo com o espectador seu ponto de vista sobre quem é a Holly. Ali no canto o clássico comediante Mickey Rooney faz um exagero de estereótipo japonês que não tem mais graça para tempos politicamente corretos.

breakfast_at_tiffanys_4_hepburnAudrey canta na janela. Ah, o amor!

Bonequinha de Luxo é bem dirigido, corre bem e é dono de uma elegância impecável. Infelizmente, deturpa os conceitos de seu material original. Ainda assim, funciona muito bem como uma comédia romântica. Não é nada superior às comédias românticas de hoje em dia, mas ainda é um eficiente representante do gênero.

 

ALLONS-YYYYYYYYYY…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Filmes e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s