Mundo da Mari – Ernest e Celestine

Cinemascope-ernest-e-celestine-3

Há muito queria assistir esse filme. Tive conhecimento dele na época da premiação do Oscar com seu nome na lista de indicados para Melhor Filme de Animação de 2014. Baseado em uma série de livros infantis de mesmo nome da autora belga Gabrielle Vincent. Ernest e Celestine é um filme de nacionalidade belga e francesa. Foi indicado à diversos prêmios e ganhou outros tantos.

Em uma sociedade na qual os ursos dominam a superfície e os ratos vivem no subterrâneo ambos crescem acreditando que um não deve se relacionar com o outro. Para os ursos, ratos são bichos imundos e nojentos. Para os ratos, os grandalhões são predadores ferozes cheios de fome.

Celestine é uma ratinha muito esperta que nunca acreditou muito nas histórias que lhe eram contadas sobre ursos maldosos que comiam os de sua espécie e tudo o mais que viam pela frente. No subterrâneo, ela tem a função de procurar dentes de ursos para substituir o dos ratos, assim tornando-se dentista de sua comunidade. Porém, Celestine tinha outro sonho, ela quer ser pintora para sair pelo mundo ilustrando diversas paisagens. Em uma dessas caçadas aos dentes fica presa em uma lata de lixo, onde passa a noite inteira. Acaba sendo encontrada por Ernest, um urso atrapalhado e solitário, que está a procura de comida. Ele a vê e pretende comê-la, mas ela, esperta, faz a cabeça do urso e o leva a uma loja de doces para que ele possa saciar a sua fome. Esta é a parte favorita da Mari, pois, ao argumentar para convencer Ernest a não comê-la, Celestine diz muitas coisas engraçadas. Mesmo na iminência de ser devorada.

20091183.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxCelestine fazendo a cabeça de Ernest.

Ainda na loja de doces o urso acaba sendo preso. Celestine o ajuda a fugir sob uma condição, ajudá-la com uma questão. O favor os colocará em apuros dando seguimento a uma grande sucessão de problemas. Ao passarem por tantos apuros, eles acabam indo morar sob o mesmo teto. No início Ernest é muito reticente, mas acaba gostando da idéia de ter uma companhia, mesmo sendo uma rata. Conviverem por um inverno inteiro juntos faz com que surja uma grande amizade. Mas, devido aos delitos que cometeram, não estavam totalmente à vontade, com medo de serem pegos. Essa passagem em particular me incomoda, pois não há exatamente uma punição. Enfim, é preciso assistir para compreender. Se eu disser muito daria spoiler.

Contrária ao gosto da Mari, minha parte favorita é quando o som do violino tocado por Ernest acompanha os traços feitos por Celestine ao ilustrar uma paisagem de inverno. Segundo minha pequena, esta parte é chata e demorada. A trilha sonora é bem agradável, sempre um piano ou um violino, de acordo com a suavidade da animação.

Uma linda história de amizade e companheirismo acompanhada de traços simples e rebuscados que envolvem o espectador levando-o a torcer pela dupla mesmo em situações erradas. Uma bela lição aprendida sobre as diferenças e o maldito senso comum, que muitas vezes cria teorias infundadas e preconceituosas. Mari e eu assistimos três vezes em menos de uma semana. O filme é leve e agradável, com a duração de 1h16min. Recomendo demais!

 

Grande Beijo!

Sobre Aysla de Oliveira

De essência ímpar, feminista, amiga, justiceira em tempo integral e mamãe da Mari.
Esse post foi publicado em Filmes e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s