O Predador

predator-manliesthandshakeever

Um do grandes clássicos do cinema de ação e de monstros da década de 1980, O Predador conseguiu se infiltrar na cultura pop como um dos maiores filmes da carreira do Arnold Schwarzenegger e também como um dos monstros alienígenas mais famosos e referenciados. Uma pena que o filme de origem tenha envelhecido tanto.

Grupo de milícia especializado em resgates em zonas de risco adentra em mata em algum lugar da América Central. A missão é salvar um ministro do país e um agente do exército capturados por guerrilheiros locais. No meio do caminho descobrem que alguma coisa não apenas matou o enviados anteriores, como arrancou suas peles e pendurou os restos nas árvores. Agora parece que esta coisa está atrás deles também.

Quando as pessoas foram para o cinema assistir a O Predador em 1987, estavam querendo ver a nova bagunça do Arnold Schwarzenegger. O que eles viram foi um pouco além. Normalmente, nos filmes do brucutu, ele era um super humano. Basta lembrar de Comando para Matar, no qual ele levanta uma cabine de telefone com um homem dentro acima da própria cabeça. Em Predador ele mantém o papel de além da força humana, mas com um twist no meio. Existe um monstro alienígena que é muito mais forte que ele. E justamente por isso, este monstro se torna ainda mais assustador.

predator_arnold_schwarzenegger_john_mctiernan_007_jpg_zwbpOs bombadões da vez. Se eles têm medo, você também deve ter.

Os roteiristas John e Jim Thomas escrevem a história desse grupo de homens incrivelmente fortes, resistentes e eficientes. Alguns dos maiores matadores do planeta. E de como eles encontram algo que realmente os faz ter medo. É uma ideia muito inteligente. Se esses caras tem medo de uma coisa, qualquer pessoa deve ter medo também. Para demonstrar como eles são cabulosos, o roteiro os mostra varrendo os guerrilheiros sequestradores com facilidade, soltando comentários supostamente fodões e fazendo piadas enquanto matam pessoas. E essa é uma parte que envelheceu muito mal no filme. Os comentários e piadas deixaram de ser legais e parecem apenas bregas. Um deles diz para o outro que o descendente indígena do grupo está com medo. A resposta vem como “Ele não tem medo de homem algum”. Nada é mais brega que um cara que tenta se mostrar como macho falando que é macho. Por outro lado, são tantas as tentativas de mostrar como eles são fodões que a proposta é realizada.

Justamente por isso, quando aquela coisa na floresta começa a ameaçar as suas vidas, é que o medo deles é tão impressionante. Eles são grandes rastreadores e mesmo assim não conseguem saber onde ele está. Eles gastam diversas rodadas de munição e derrubam diversas árvores tentando matá-lo, mas só o arranham. Para piorar, eles começam a morrer um a um. Sempre de jeitos incompreensíveis tanto para eles quanto para o espectador. Mas, da mesma forma, vai ficando cada vez mais lógico como ele faz as coisas. Até chegar ao ponto em que o espectador compreende o monstro, suas técnicas e motivos.

O diretor John McTiernan estava em seu período de qualidade. O Predador foi seu segundo filme, seguido por Duro de Matar e Caçada ao Outubro Vermelho. Depois ele fez alguns filmes questionáveis antes de ser preso por assassinato. Mas esses três filmes em sequência no começo da carreira é pra impressionar qualquer um. McTiernan mostrou que sabia dirigir ação em Duro de Matar, mas em O Predador a grande cena de tiroteio se resume a tiros aleatórios, explosões que o espectador não compreende e eventualmente um tédio durante a sequência inteira. Porém, assim que o momento de viagem alucinógena de brucutu acaba, o alienígena entra em ação e McTiernan mostra a que veio. O suspense da presença do bicho é constante e mesmo quando Schwarzenegger revela seus músculos exacerbados, fica a impressão de que ele vai morrer a qualquer instante.

O elenco ficou marcado pelas diversas histórias relacionadas às filmagens. Dois deles viraram governadores, um ficou maluco após as gravações e assustou muita gente enquanto filmavam a obra. Existem os boatos sobre como o Schwarzenegger provocava os outros gigantões com seu físico ainda maior. Até os problemas com o tamanho do Jean Claude Van Damme, que ficaria na roupa do Predador, mas foi trocado por conta de sua altura. No final das contas, só vale contar mesmo com a presença do brucutu austríaco. Ele manda bem na hora de mostrar não apenas o medo do protagonista diante do alienígena, como também o trauma do terror que está enfrentando. É claro que suas observações pontuais e piegas estão lá, elas são obrigatórias e várias das mais famosas estão presentes no filme. Tem “Se sangra, pode morrer.”, “Não desgruda daí”, “GET TO THE CHOPPA!” e uma das mais famosas do ator, “Nossa! Mas você é muito feio!”.

Unmasked_Predator

Eu sou muito feio? Ainda assim estou melhor que você.

É um clássico que requer um tanto de boa vontade do espectador. Se isso for impossível, ainda dá pra se acabar de rir com a pieguice alheia. O monstro clássico vive na memória dos fãs e na cultura pop, tendo participado de mais quatro filmes, vários jogos de videogames e até chegou a enfrentar o Batman nas histórias em quadrinho. Vale a pena dar uma conferida se você já cruzou com a criatura em outros lugares e a achou interessante.

 

GERÔNIMOOOOOOOOO…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Filmes e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s