1001 Filmes – Nosferatu, Uma Sinfonia do Horror

nosferatu2D

Mais um clássico do expressionismo alemão. Desta vez dirigido por F. W. Murnau, um dos meus diretores favoritos do período. Ao contrário do seu colega Fritz Lang, que gostava de extrapolar os ângulos com as sombras e os cenários, Murnau os usava como forma de imposição sobre seus personagens. Técnica que levou ao ápice no excepcional A Última Gargalhada, que também faz parte desses 1001 filmes.

Homem viaja para a Transilvânia para ajudar um conde a comprar uma residência em Bremen, onde ele vive. Ele vai descobrir que está, na verdade, indo de encontro a um grande terror.

A história é famosa. Adaptação do clássico Drácula, escrito pelo Bram Stoker, Murnau não conseguiu os direitos para fazer o filme, por isso contou toda a história igual ao livro com novos nomes. O conde se chama Orlock, o protagonista se chama Hutter e sua esposa é Ellen. Ainda assim, as cópias do filme quase foram recolhidas antes do lançamento.

Murnau fez de seu Nosferatu a grande adaptação do livro. Todos as outras versões em filme, inclusive as com o nome da obra original, foram fortemente influenciadas por esta. Não é aleatório. É só um dos primeiros filmes de vampiros da história. Não havia comparação, todos os clichês usados aqui são a referência inicial.

Um dos grandes clássicos do cinema. Se houver interesse, recomendo fortemente assistir ao filme A Sombra do Vampiro, em que John Malkovich interpreta Murnau no período em que realizou o filme com um vampiro de verdade que ganha os trejeitos do Willem Dafoe. Mas é melhor assistir aos dois filmes em conjunto.

Abaixo, uma cópia em alta definição, com a película um pouco maltratada. Aproveite.

GERÔNIMOOOOOOO…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em 1001 filmes e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para 1001 Filmes – Nosferatu, Uma Sinfonia do Horror

  1. Pingback: 1001 Filmes #24 – A Última Gargalhada | Aquela velha onda.

  2. Pingback: 1001 Filmes #31 – Aurora | Aquela velha onda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s