1001 Filmes – Haxan: A Feitiçaria Através dos Tempos

haxan

Haxan entra na lista dos 1001 Filmes por conta do valor histórico de linguagem que o fez popular através dos anos. O diretor Benjamin Christensen fez uma espécie de arquivo acadêmico em formato de cinema. O resultado confunde ao passar por cima de diversos gêneros. Arquivo acadêmico, documentário, horror, midnight movie. É tudo isso e nada disso ao mesmo tempo.

A ideia é retratar como são as culturas relacionadas às bruxas através da história. Para fazê-lo, Christensen usa de imagens históricas, maquetes e reconstituições. Algumas se entrecruzando com fatos reais. Ele busca confundir o espectador e fazer com que ele realmente acredite em algumas das coisas que ele mostra em cena.

Christensen faz uso da direção de fotografia com excelência. Melhor que a grande maioria dos filmes de terror atuais, a história de cada cena é contada pelo posicionamento de câmera, atores e objetos. Inclusive pelo tempo de enquadramentos. Em uma cena, ele deixa uma tortura ficar em tela por muito tempo porque quer causar incômodo prolongado. Diversas cenas de possessão influenciaram muitas coisas famosas mais tarde, como O Exorcista.

Além disso, o filme foi redescoberto na década de 1960 pelo movimento chamado midnight movies. Explicar essa leva seria complicado, portanto vou deixar para outro post, mas ainda posso dizer que o filme se encaixa no estilo. Para se adequar a um público mais moderno, ganhou uma narração feita por William S. Burroughs, que ficou muito famosa.

Tendo dito isto, preciso dizer que achei chato. Pode ser importante, bem realizado e tudo o mais, mas quase meia hora de imagens de arquivos simplesmente me colocaram pra baixo. Sem contar com o estilo episódico. No final, fica lento e cansativo, mesmo que impressione em momentos específicos.

Para quem quiser assistir ao filme, basta clicar no play abaixo.

ALLONS-YYYYYYYYYY…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em 1001 filmes e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s