Christopher Nolan revela a história do Dr. Mann

Captura de Tela 2014-11-21 às 20.06.57

Se teve uma vontade que ficou com o final de Interestelar foi a de ver a história do Dr. Mann antes de ele ser despertado naquele planeta gelado. O que leva um homem a chegar em tal nível de desespero que se permite perder na loucura e no próprio egoísmo? Eu achava que seria uma ótima história para ser contada de alguma forma. E Nolan não decepciona com uma HQ digital e gratuita.

Acho muito interessante que Interestelar gerou três tipos de análises. Alguns o compararam com Gravidade, outros com 2001 e outros apenas viram um filme sem pensar nessas coisas. Eu acho que ele não pretende se comparar a nenhum dos dois. Muito pelo contrário, o comparei com os outros filmes de Nolan, que tem todos a mesma estrutura. Se tem alguma coisa que tem em comum com Gravidade, foi que ambos deixaram a vontade de saber o que acontece com personagens coadjuvantes. O filme do Alfonso Cuarón ganhou o curta Aningaaq, o de Nolan ganhou este Absolute Zero.

A parte do doutor Mann em Interestelar foi uma das mais interessantes para mim. O filme correu o risco de perder o rumo da história para virar um suspense de vilão maluco no espaço, mas o discurso do personagem é muito curioso. Principalmente porque o ator o vende muito bem. Não são apenas as palavras e seus significados, mas os gestos e a forma como ele as fala. Parece que ele acredita naquilo. Mesmo sabendo que são atos de uma pessoa covarde, ele os faz e admite também a culpa. Prefere senti-la a não agir.

O gibi é curto, com apenas 7 páginas, e não responde todas as perguntas acerca do personagem levantadas pelo filme. Principalmente porque a HQ começa depois de Mann ter tomado a decisão. O interessante é ver ele agir. A ideia aqui é discutir os limites do que é correto e encontrar aquele argumento ilógico que aparece no ápice do desespero. O argumento que faz com que uma pessoa escolha fazer o que é errado. É a última frase da história e isoladamente não funciona tão bem sem o raciocínio que leva a ela.

O desenho de cenários é impressionante, mas o traçado humano é um pouco incômodo para mim. O texto se assemelha à profundidade do filme e a história só decepciona por não aprofundar mais e por ser tão curta. Altamente recomendado para quem gostou de Interestelar.

Caso queira ler Absolute Zero, clique aqui.

 

FANTASTIC…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Dica, HQ, Novidades e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s