Cenas que amamos – O Hospedeiro (primeiro ataque)

the-host-monster-dives

Agora que Expresso do Amanhã finalmente chegou nos cinemas brasileiros, vale a pena relembrar a carreira do diretor Joon-ho Bong. Desde que este O Hospedeiro fez sucesso ao redor do mundo em 2006, ele chamou atenção. Feito com nada mais que 10 milhões de dólares (uma quantia pífia em consideração aos efeitos especiais), tratava-se de um excelente filme de monstros, pra japonês ou americano nenhum botar defeito.

Park Gang-Doo é um desleixado que vive com o pai e a filha no trailer de comida na praça ao lado do rio Han, em Seul. Preguiçoso, ele e o rebento são sustentados pelo patriarca e a menina chega a ser mais útil para o negócio que Park. Até o momento desta cena. O avô dá uma bronca nele sobre responsabilidade e quando ele finalmente vai trabalhar um pouco, uma coisa estranha acontece no rio.

A cena de nove minutos esconde diversas pérolas do talento de Joon-ho Bong como diretor. Primeiro o bicho aparece como um troço esquisito na ponte. Depois ele cai na água e vira uma curiosidade com a qual as pessoas brincam ingenuamente enquanto jogam latas e comidas, que sujam o rio. Uma curiosidade é mais importante que manter o ambiente ou a cidade. Então Park encara a câmera. Corta para o lado que ele olhava e lá vem o bicho.

Ele corre na direção da câmera em desespero. Mais rápido que o operador, ele precisa subir um pouco os degraus da descida que leva ao rio e emparelha. A criatura o acompanha pela esquerda. Tudo em um movimento de câmera brilhante. Daí segue esta cena de ação. O único homem que se mete a tentar enfrentar o monstro é, propositadamente, um americano. Os cortes escondem pequenos detalhes, mas contam a história.

Park vai enfrentar o bicho com um poste. Três enquadramentos sem a criatura se passam, mas ainda se compreende o que aconteceu. A forma com que Bong usa os cenários e os planos para contar a ação se assemelha bastante ao que Spielberg fez em Jurassic Park 13 anos antes.

Em meio a pequenas críticas e à excelente direção de cena, encontra-se o início de uma pérola cinematográfica. O DVD foi comprado assim que foi lançado. Na pesquisa pelo vídeo, descobre-se que hoje o filme está disponível em alta definição no youtube.

Veja a cena.

ALLONS-YYYYYYYYY…

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Cenas e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s