As consequências do passado (O Presente – 2015)

Edgerton observa o casal

Simon e Robyn vivem um casamento feliz, até que se mudam para Chicago e ele reencontra Gordon, um ex-colega de escola. O homem passa a fazer parte da vida do casal e traz antigos problemas à tona. Ele faz com que a esposa perceba cada vez mais que o marido não é a pessoa que ela pensa, à medida que segredos reaparecem.

Joel Edgerton é o responsável pela direção e roteiro de O Presente, além de interpretar o personagem Gordon (conhecido como Gordo). Ele também está no elenco de Aliança do Crime, que esteve nos cinemas há algumas semanas. Nos papéis do casal protagonista, estão Jason Bateman e Rebecca Hall.

O Presente é misterioso do início ao fim. A vida aparentemente perfeita de Robyn e Simon logo é colocada em dúvida. Aos poucos, detalhes sobre a vida do marido, que foi um aluno de notável popularidade no colégio, surgem. Quando Gordo passa a visitar a residência do casal com frequência quase diária, o estranho reencontro com ele torna-se um problema. À medida que as visitas ocorrem, a curiosidade toma conta do espectador.

Edgerton em quadrosGordon aparece com presença intimidadora.

O filme mostra o que mentiras podem fazer com um casamento. A visita do antigo colega deixa o casal paranoico, principalmente Robyn. Ela começa a investigar o passado do marido, que passa a apresentar um comportamento que vai contra quem ele parecia ser. O reencontro de Simon com o ex-colega mostra que, às vezes, é preciso reviver o passado de alguém, para conhecê-lo verdadeiramente. Atitudes impensadas que, no momento, parecem pequenas, podem ter consequências devastadoras e transformar a vida de outrem.

Uns dos fatores mais interessantes do filme se dá ao retratar como as aparências podem enganar. No início, Simon mostra-se o típico personagem bem-sucedido e de boa índole, que vive uma pacata vida suburbana com a esposa. Já Gordon, aparenta ser um homem de caráter duvidável. Entretanto, a reviravolta no enredo mostra uma situação diferente da imaginada.

This photo provided by STX Productions LLC shows, Rebecca Hall, left, and Jason Bateman, in a scene from the film, "The Gift." The movie opens in US. theaters on Aug. 7, 2015. (Matt Kennedy/STX Productions, LLC via AP)Robyn e Simon. Casamento com segredos e mistério.

Os três atores desempenham boas atuações. Jason Bateman sai da usual comédia e vai para o suspense, para dar papel a um personagem de grande complexidade. Já Edgerton tem sido um nome a se lembrar: o artista consegue desempenhar de boa forma os papéis de ator, diretor e roteirista, o que resulta em um bom produto final.

O Presente é um bom filme para passar o tempo. A história, que retrata temas em voga na contemporaneidade, sai do óbvio e realmente surpreende. O enredo misterioso e problemático provoca diversos sentimentos em quem o assiste. Joel Edgerton constrói um longa-metragem que envolve o espectador de forma agoniante e perturbadora. Reviravoltas acontecem e deixam um clima de curiosidade para saber o acontecerá a seguir. E assim permanece do início ao fim.

Sobre Deborah Novais

Eterna perdida nos próprios pensamentos e sonhos, que ainda acredita em um mundo melhor. Louca que escolheu o Jornalismo como forma de ganhar a vida, mas nutre por ele sentimentos conflitantes. O amor pelas diversas formas de arte a acompanha desde que se entende por gente. Não troca Netflix, cinema, shows e teatro por quase nada.
Esse post foi publicado em Filmes e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s