Mundo da Mari – Snoopy & Charlie Brown: Peanuts, o Filme

Charlie e Snoopy

Quando vi a notícia de que haveria um filme novo do Snoopy, comemorei. Apesar dos especiais e esquetes não serem representantes da minha infância, tive algum contato. Hoje adulta, pude ver diversos materiais sobre essa turminha. Senti uma nostalgia só com o trailer. Imagino para todos que presenciaram o auge dos personagens, que teve origem em 1950 como tirinhas publicadas em diversos jornais pelo mundo sob o nome original de Peanuts. O sucesso foi tão grande que em 1965 passou a ser produzido desenhos e esquetes especiais. Criados pelo cartunista norte-americano Charles Schulz, Snoopy, Charlie Brown e companhia foram inspirados da vivência do autor. Desta forma, cada história do grupo é autobiográfica.

O filme é uma animação em 3D, produzida pelo estúdios Blue Sky e distribuída pela Fox. Realizado por Steve Martino e escrito por Craig Schulz, Bryan Schulz e Cornelius Uliano, o filme conta com a participação de Bill Meléndez (dublador original de Snoopy e Woodstock), por meio de gravações guardadas. É o quinto filme baseado na tirinha e o primeiro baseado nos personagens desde o último, feito há mais de 30 anos.

Charlie Brown é um menino muito atrapalhado que não consegue falar direito com as meninas, e as situações sempre dão errado para ele por isso. Ele ganha novos vizinhos e, assim, uma nova colega de classe, que chama de Garotinha Ruiva. Todo empolgado, ele sempre tenta falar com ela e com a ajuda de seu melhor amigo, o cachorro Snoopy. Parte do enredo foca nessa épica tentativa do menino de impressionar a Garotinha Ruiva e nas mais diversas situações que decorrem. Mesmo coadjuvante nessa história, Snoopy é responsável por grande parte da diversão do filme. Ele tenta pegar seu inimigo, o Barão Vermelho, para salvar a amada. Uma história intercala na outra.

ruivaA universal paixão por ruivas domina até Charlie Brown.

A Mari mais uma vez entregou-se à magia do 3D, conforme as cenas surgiam, ela tentava alcançar as imagens que saltavam da tela. Ria sempre das trapalhadas de Charlie Brown, das tentativas às vezes frustradas de seu melhor amigo Snoopy em ajudá-lo e da turminha. A parte favorita dela é quando a Garotinha Ruiva fala para Charlie que ele é um menino de valor, que as ações dele são corretas e ainda agradece a ele por tentar ajudá-la.

O filme é bom, divertido, tem aquelas famosas lições para as crianças sobre caráter e amizade, mas em certo ponto, tantas trapalhadas de Charlie Brown se tornam tediosas. Nada nunca dá certo pra ele, e isso dura o filme todo. Fica previsível e chato em um filme de apenas 88 minutos. Porém, isso não tira o brilho do filme e das origens. Os personagens são bem trabalhados e permanecem engraçados e apaixonantes. A relação de amizade entre o menino e o cachorro é inspiradora.

O filme segue a origem e faz jus ao criador. Excelente conteúdo tanto para as crianças quanto para os adultos de hoje que cresceram com Snoopy. Para quem não conhece esses personagens tão amados de mais de 65 anos, vale a pena conferir. E depois, se possível, ler algumas das tirinhas e assistir às esquetes.

Beijo enorme!

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em Filmes, Mari e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s