1001 Filmes #29 – O Grande Desfile

Jim divide chiclete com a francesa.jpeg

Uma das graças de estar nos primeiros 100 filmes dessa lista de 1001, é que de vez em quando se vê uma obra que foi a pioneira em alguma coisa. Desde o primeiro, que era a primeira aventura de ficção-científica, até este O Grande Desfile, que provavelmente é um dos primeiros épicos de guerra mundial de grande escala.

O que é impressionante não apenas por ser um filme mudo e antigo, mas por se tratar de algo realizado em 1925, entre as duas Guerras Mundiais. Se em 2017, coisas como Até o Último Homem são aclamadas, é curioso ver algo semelhante com quase cem anos de idade.

Três americanos, Jim (John Gilbert), um filho de uma família de alta classe, Bull (Tom O’Brien), um barista e Slim (Karl Dane), um operário, se alistam para o exército na Primeira Guerra Mundial. No acampamento em que ficam, na França, se tornam amigos e conhecem Melisande (Renée Adorée), que vive na cidade da base em que estão destacados. O clima de amizade e de romance que surge vai ser destroçado quando as batalhas começam.

americanos dividem cigarro no campo de batalha

Jim, Bull e Slim no campo de batalha. Amizade que não ocorreria nas vidas normais deles.

Como os filmes do gênero atuais, O Grande Desfile é um melodrama sobre as pequenas tragédias que ocorrem em um conflito horrível e imenso como uma Guerra Mundial. Mas o mais interessante é que a produção não se trata de pessoas que se perdem com as batalhas, mas sobre um homem que se descobre ao entrar no exército e depois tem tudo roubado pelo mesmo conflito que o fez se juntar às forças armadas.

Jim é um jovem sem futuro que vai se casar com uma namorada por quem nunca se apaixonou e sem interesses na vida. É no exército, sem condições de benefício, com amigos diferentes e constantemente sendo passado para trás, que ele consegue ver a beleza de uma camponesa inteligente e corajosa.

Uma das sacadas de King Vidor, o diretor, é dar espaço para desenvolver essas relações. A primeira hora inteira de O Grande Desfile se passa nos campos da França, com interação entre Jim, Bull, Slim e Melisande. Porque mais tarde, quando a batalha começa, o horror é mais chocante. O espectador se importa com os personagens e entende a dor que eles sentem quando vêm amigos morrerem.

Melisande segura o caminhão

Na cena mais forte, Melisande corre atrás do caminhão que leva os americanos para a batalha.

Também é preciso destacar que é filme de 1925 com cenas imensas. Centenas de figurantes com roupas contextualizadas, centenas de veículos de guerra, cenários gigantes de cidades que são destruídas. E Vidor sabe fazer tudo com eficiência. A ação parece real, os atores principais são destacados nos planos de escala grandiosa.

É fascinante ver um estilo tão fundamentado e repetido à exaustão no cinema no começo. Especialmente ao notar que não houve praticamente nenhuma mudança com o passar do tempo.

Infelizmente, esse é o primeiro filme da lista de 1001 Filmes que não dá para encontrar no youtube completo. Mesmo que seja velho o bastante para ser de domínio público.

Sobre Vina

Publicitário frustrado, editor, cinegrafista, assistente e sonhador. Cinema é algo que não se entende completamente. Sempre se estuda.
Esse post foi publicado em 1001 filmes e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 1001 Filmes #29 – O Grande Desfile

  1. Pingback: 1001 Filmes #38 – A Turba | Aquela velha onda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s