Arquivo da tag: ryan gosling

Cenas que amamos – Massacre no hotel (Dois Caras Legais)

Entre as listas de melhores e piores de 2016, eu percebi que esta cena de Dois Caras Legais havia se tornado uma das minhas favoritas não apenas daquele ano, mas dentre as que já assisti em filmes de comédia. E … Continuar lendo

Publicado em Cenas | Marcado com , , | Deixe um comentário

Blade Runner 2049 (2017)

Com alguma frequência me pego desamparado quando descubro artes conceituais de filmes com belos visuais. A imagem filmada em cenário com atores nunca se equipara ao desenho de produção original. O que ocorre nesta continuação desnecessária (e nem por isso … Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Musical nostálgico mistura a nova forma de sonhos, amor e arte (La La Land: Cantando Estações – 2016)

Com irresistível leveza, uma comédia romântica e divertida, uma rapsódia em azul, vermelho, amarelo e verde, La La Land: Cantando estações é um filme obrigatório. Qual é o problema de sonhar? E se existe uma cidade que respira a sétima … Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Dois Caras Legais (The Nice Guys – 2016): a parceria deu certo

Los Angeles, final da década de 1970. Com ares de investigação policial, o enredo se desenvolve a partir do desaparecimento de Amelia (Margaret Qualley), filha da mandachuva do Departamento de Justiça (Kim Basinger) e a morte misteriosa da atriz pornô … Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , , , | 3 Comentários

A bolha imobiliária e a sede por dinheiro (A Grande Aposta – 2015)

Michael Burry (Christian Bale) prevê um colapso no mercado imobiliário estadunidense e decide apostar contra o sistema, com o investimento de uma enorme quantidade de dinheiro do fundo que coordena. O corretor Jared Vennet (Ryan Gosling) descobre a operação e … Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Nicolas Widing Refn e a masculinidade

Meu pai descreve Drive como o filme violento mais monótono que ele já viu, assim como o filme monótono mais violento. Acredito que é uma das definições mais interessantes do cinema de Widing Refn. Violência é uma constante e a … Continuar lendo

Publicado em Diretores | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

O Lugar Onde Tudo Termina

Ryan Gosling é uma máquina. Ele simplesmente não consegue parar de fazer filmes. Depois de Namorados para Sempre, ele entrou em um período sombrio pessoalmente por causa da interpretação. Mesmo assim não parou de atuar. Sua solução foi fazer uma … Continuar lendo

Publicado em Filmes | Marcado com , , , , | 2 Comentários